Janeiro 24, 2022

Silêncio, que se vai cantar o fado no LouQura com Matilde Cid

Silêncio, que se vai cantar o fado no LouQura

O LouQura vai abrir as portas da sua casa para receber os amantes de fado e proporcionar um espetáculo único e intimista, em que a música será o principal prato da ementa. No dia 12 de dezembro, a partir das 15h00, o LouQura terá o prazer de receber na sua casa uma das vozes mais promissoras do fado atual.

Leia ainda: 26 projetos que abriram em Campo de Ourique nos últimos meses

Nesse dia, colocará em pausa o funcionamento normal da cozinha, ainda que mantendo os almoços e jantares como de costume, para que os clientes possam assistir e imergir num momento para mais tarde recordar. Ao longo da tarde, que se prolongará até às 19:30, poderá desfrutar de petiscos variados – tábuas de queijos, enchidos e a carta de bebidas do LouQura.

Silêncio, que se vai cantar o fado no LouQura com Matilde Cid

“Para garantir um final de tarde inesquecível, o LouQura contará com a melhor música e com toda a emoção que caracteriza a obra de Matilde Cid. Nascida em Estremoz, absorveu as influências do pai, fã de jazz, blues e bossa-nova e da mãe, amante de fado, e criou um estilo único, onde observamos a fusão de todos estes estilos. Quando se instalou em Lisboa, descobriu a verdadeira essência do fado nas melhores casas da especialidade e terá sido na capital que iniciou o seu percurso, junto de algumas das maiores referências na área. Em 2019 editou o seu primeiro disco de originais “Puro”, produzido por Diogo Clemente e nomeado para “Melhor Disco de Fado” nos Prémios PLAY – Prémios da Música Portuguesa em 2020. Desde então tem vindo a cantar e a encantar tudo e todos com a sua voz melodiosa e a sua alma, proporcionando espetáculos cativantes e memoráveis”, diz o LouQura em comunicado.

Estamos à sua espera no Instagram. Junte-se a nós…

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*