Novembro 27, 2021

Noite de jazz e poesia no auditório da Casa Fernando Pessoa

Casa Fernando Pessoa vai ter três novos livros que pertenceram ao poeta

O auditório da Casa Fernando Pessoa volta a ser palco, no dia 20 de novembro, às 18h, de um encontro entre a música e a poesia. “Ouvimos, à vez, um instrumento em diálogo com a leitura de poemas nas línguas em que foram escritos. A fechar, uma improvisação coletiva dos três músicos”, pode ler nas redes sociais. É um programa de Miguel Martins, com os músicos Bruno Béu (piano), José Anjos (bateria), e George Haslam (saxofone barítono) e os poetas André Tecedeiro, Richard Price e Ana Isabel Soares. Pode comprar os bilhetes aqui.

Casa Fernando Pessoa recebe prémio

O Prémio Acesso Cultura 2021 – Acesso Integrado foi atribuído ex aequo à Casa Fernando Pessoa e ao São Luiz Teatro Municipal, ambos em Lisboa, anunciou  o júri do galardão instituído pela Acesso Cultura – Associação Cultural. O palmarés da entidade é anunciado anualmente no decorrer da Semana Acesso Cultura, durante a qual a diferença e a inclusão na acessibilidade cultural estão em foco, de segunda-feira a domingo, com várias iniciativas, este ano em formato `online`, envolvendo debates com agentes culturais e investigadores.

Leia ainda: 10 razões que fazem de Campo de Ourique o bairro perfeito para as crianças

O júri do Prémio Acesso Cultura 2021 decidiu atribuir o Prémio Acesso Cultura — Acesso Integrado (físico, social e intelectual) à Casa Fernando Pessoa e ao São Luiz Teatro Municipal, duas instituições que “têm apresentado um trabalho inclusivo, consistente, consciente e sustentável”. “São equipamentos culturais que colocam a acessibilidade e a inclusão na sua agenda diária, procurando implementar práticas de promoção da inclusão na dinâmica das suas instituições, junto do público, mas também das próprias equipas, que têm vindo a fazer formação contínua”, sustenta o júri na decisão a que a agência Lusa teve acesso.

A Casa Fernando Pessoa reabriu em 2020

A Casa Fernando Pessoa reabriu em 2020 com um espaço físico que promove a autonomia de pessoas com deficiência, e as visitas, com recursos de Língua Gestual Portuguesa e audiodescrição, realizadas com regularidade, pesaram nesta opção do júri do prémio. “Criou-se aqui um exemplo para todo o setor português que partiu da criatividade e multidisciplinaridade, aliada ao desenho sistémico de toda a experiência”, adianta.

Veja também: O Sport Clube de Campo d’Ourique foi o primeiro clube de futebol em Portugal

A Acesso Cultura tem vindo a promover várias iniciativas, desde formação, estudos, palestras, debates, e as chamadas Sessões Descontraídas – sessões de teatro, dança, cinema ou outro tipo de oferta cultural, que decorrem numa atmosfera com regras mais tolerantes quanto a movimento e barulho na plateia, dirigidas a públicos com necessidades especiais. Esta entidade sem fins lucrativos, reconhecida oficialmente em fevereiro deste ano, pela sua utilidade pública, trabalha em regime de voluntariado e com parcerias para promoção do acesso físico, social, e intelectual à participação cultural.

Estamos à sua espera no Instagram

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*