Outubro 19, 2017

Núcleo de génese pombalina do Quartel de Campo de Ourique em vias de classificação

Segundo o despacho, assinado pela diretora-geral do Património Cultural, Paula Araújo Silva, a zona de classificação do quartel situa-se na freguesia de Campo de Ourique, em Lisboa, nas ruas de Infantaria 16 e Ferreira Borges.

O núcleo, que está em vias de classificação, foi construído em 1762 no âmbito da política de reestruturação do Exército português, sob a égide do Conde de Lippe, durante o Governo do Marquês de Pombal, Sebastião de Carvalho e Melo.

Atualmente, funciona neste edifício a Escola de Serviço de Saúde Militar. Entre outras armas que aqui se instalaram como a de Infantaria, contam-se o Batalhão de Sapadores dos Caminhos-de Ferro, de que as instalações também foram aquartelamento.

O quartel, que foi alvo de alterações ao longo dos séculos, tem, entre outros motivos arquitetónicos e decorativos, vários azulejos com temática militar, uma porta de armas com a coroa real de D. José e uma biblioteca pombalina.

Entre outros factos históricos, foi deste quartel que saiu um batalhão para apoiar as forças republicanas na Rotunda, em 1910.

A proposta de classificação partiu do Departamento dos Bens Culturais, da Direção-Geral do Património Cultural.

Outro despacho, também assinado por Paula Araújo Silva, e publicado hoje, declara aberto o processo de classicação “do painel turístico em azulejo da extinta companhia aérea Pan Am, na encosta nascente da Estrada Nacional 356, Batalha-Fátima, freguesia de Reguengo do Fetal, concelho da Batalha, distrito de Leiria”.

A proposta de classificação do painel partiu da Direção Regional de Cultura do Centro.

Fonte: Lusa

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*