Julho 22, 2019

Biblioteca/Espaço Cultural Cinema Europa com mais de 1500 novos leitores em apenas 2 anos

A Biblioteca/Espaço Cultural Cinema Europa, que celebrou o seu segundo aniversário dia 23 de abril, registou mais de 1500 novos leitores e mais de 180 mil visitas desde a sua inauguração, em 2017, vendo reforçado o seu papel de difusão cultural e incentivo à leitura em Campo de Ourique. Estão disponíveis quase 8 mil obras na coleção do espaço, entre livros, DVDs e CDs.

Os dados do espaço mostram um crescimento notável no número de entradas registadas em 2017 e 2018: passaram de 87 mil para mais de 94 mil. Na Biblioteca/Espaço Cultural Cinema Europa foram feitos um total de 24 320 empréstimos e foram registadas um total de 33 432 consultas em sala.

Leia ainda: Campo de Ourique à Lupa

A Biblioteca/Espaço Cultural Cinema Europa tem tido um papel de relevo na fidelização de leitores: no total, já são mais de 1500 os novos utilizadores da rede de bibliotecas de Lisboa que fizeram o seu registo no espaço de Campo de Ourique.

As obras que mais vezes foram emprestadas foram 1984, de George Orwell, a Série Nápoles, de Elena Ferrante eO Diário de um Banana, de Jeff Kinney. No top 3 dos títulos com maior número de consultas em sala encontram-se História da Arte, de H. W. Janson, Bandas Sonoras,de Rita Carmo e Dicionário de Geografia Aplicada, de José Alberto Rio Fernandes.

Estão disponíveis quase 8 mil obras na coleção do espaço, entre livros, DVDs e CDs

A Biblioteca/Espaço Cultural Cinema Europa tem disponíveis as coleções especializadas Fundo de Turismo eColeção Chicó, sendo que os documentos da primeira foram emprestados mais de 300 vezes desde a sua ‘estreia’ naquele espaço, em novembro do ano passado.

Nestes dois anos da Biblioteca/Espaço Cultural Cinema Europa destacam-se ainda ações de ludobiblioteca, a Cabine de Leitura no Jardim da Parada, ações de fomento à leitura com alunos do 1.º ciclo, aulas de teatro e de escrita criativa para seniores e jovens, entre muitas outras atividades de cariz cultural e socioeconómico.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*